SBACV-RJ

Revistas

Edição Maio – Junho (nº III, 2010)

Editorial

Prezados colegas, nesta edição, a nossa Revista apresenta um relato de caso de úlcera aórtica com perfuração. Com o crescente avanço dos métodos de imagem, poderemos diagnosticar cada vez mais não só a úlcera penetrante de aorta como o hematoma intramural. A úlcera penetrante de aorta foi descrita pela primeira vez em 1934 por Shennan e caracterizada mais completamente em 1986 por Stanson. Trata-se de lesão composta por placa aterosclerótica que se ulcera, desorganizando a lamina elástica interna, com capacidade de penetrar até a adventícia e romper. Ela é mais comum no terço médio e distal da aorta torácica. No caso apresentado pelos autores, de maneira mais incomum, ela se localiza na aorta abdominal. A importância do conhecimento desta patologia se deve ao fato do risco de morte por hemorragia ou pela presença de dor crônica.

Artigos

Oportunidades no Encontro do Consórcio Internacional de Registro Vascular

Resumo

*Dr. Paulo Eduardo Ocke Reis, MD, PhD, Professor Adjunto de Cirurgia Vascular da Universidade Federal Fluminense, Especialista em Cirurgia Vascular e Endovascular *Dr. Jack L. Cronenwett, MD, Professor de Cirurgia...